Controlando seu estado de hidratação com o diagrama W.U.T.

Alta temperatura e baixa umidade.

O uso da máscara durante as sessões de treino ao ar livre (aqui no Rio de Janeiro é obrigatório) aumenta a temperatura na região do rosto coberta – nariz e boca – que é altamente vascularizada.

Esse aumento de temperatura localizado, pode provocar um aumento da sudorese, ocasionando uma perda maior de água e sais.

Em ambientes mais quentes e secos, essa perda pode ser potencializada aumentando ainda mais a desidratação.

Como controle, Koop (2016) apresentou o diagrama proposto por Cheuvront e Sawka (2005) para estabelecer o estado de hidratação diário.

Segundo Koop, três fatores devem ser medidos e avaliados pela manhã assim que acordar: W – Peso corporal, U – Coloração da urina e T – Percepção de sede.

Se um dos fatores sugere desidratação e os outros dois estão normais, é possível que você esteja desidratado.

Se são dois em três, provavelmente você está desidratado.

Três e é muito provável que você esteja desidratado.

Como fazer?

A verificaçāo do peso – W deve ser realizada sempre após urinar e sem roupa. Geralmente seu peso se mantém estável entre um dia e outro mesmo quando se emagrece ou se ganha massa muscular.

A variação é muito pequena e uma perda de 1 a 2% do peso corporal entre um dia e o seguinte, seria um indicativo na mudança da quantidade de fluido corpóreo.

A cor da urina – U é um parâmetro muito comum para avaliar o nível de hidratação.

Se sua urina tem a coloração amarelada/alaranjada mais densa (e isso não é o resultado do uso de algum tipo de medicamento ou suplemento), é provável que você esteja desidratado.

O ideal é colher sua urina em um recipiente apropriado como aqueles utilizados em exames laboratoriais.

Percepção ou sensação de sede – T. Quando você está com níveis baixos de hidratação, seu organismo responde com a sensação de sede.

Embora haja uma variação de pessoa para pessoa, Kenefick e Cheuvront (2012) sugerem que pode haver uma perda de 2% do peso corporal associada a essa sensação.

Fonte:

Publicado por Cadu Perruci Faria

Professor de Educação Física, promotor do movimento consciente e da corrida natural.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: