O que senti ao usar máscara durante a corrida

Recentemente postei no meu perfil no Instagram um breve comentário sobre uma experimentação que realizei sobre o uso da máscara durante a corrida. A ideia em realizar essa experimentação foi incentivada pela polêmica publicação da OMS em relação ao uso da máscara durante a prática de exercícios físicos. A metodologia adotada baseou-se na realização de duas sessões deContinuar lendo “O que senti ao usar máscara durante a corrida”

Use máscara e siga seguro na prática do exercício ao ar livre

No dia 16/06, a OMS fez uma publicação onde alega que não se deve usar a máscara durante a prática de exercícios físicos por conta da redução da capacidade de se respirar confortavelmente e da possibilidade de se criar um microambiente favorável a proliferação de microrganismos em função do aumento da umidade local. A ComissãoContinuar lendo “Use máscara e siga seguro na prática do exercício ao ar livre”

Modelos de treinamento intervalado

Em 1999, a fisiologista e professora Veronique Billat publicou um estudo no qual, em apenas quatro semanas, conseguiu obter um incremento do Limiar de Lactato, do VO2max e da economia de #corrida através da proposição de um programa semanal de treinamento de 6 dias com quatro sessões leves, uma de vVO2max e uma de LimiarContinuar lendo “Modelos de treinamento intervalado”

Modelo biopsicossocial da fadiga

Tenho participado dos PRO Webinars elaborados pela treinadora Chlöe Lanthier. No último entitulado “A Ciência da Fadiga” foram abordados os conceitos sobre fadiga, suas causas e como podemos treiná-la. Nessa breve explicação, procurei realizar um resumo do conteúdo apresentado por Lanthier. Boa leitura. Costumamos confundir a fadiga com exaustão. Enquanto a exaustão seria a inabilidade de sustentarContinuar lendo “Modelo biopsicossocial da fadiga”

Por que devemos manter distância enquanto corremos em tempos de COVID-19.

Bom deixa eu começar pelo início. No dia 27 de março desse ano, a Organização Mundial da Saúde publicou orientações sobre como se manter ativo durante a COVID-19. Nessas orientações, a OMS faz uma série de considerações sobre a prática de exercícios ao ar livre, ressaltando sempre a obediência as restrições dos órgãos governamentais locais.Continuar lendo “Por que devemos manter distância enquanto corremos em tempos de COVID-19.”

Exercício, imunidade e COVID-19

O Prof. Dr. Renato Alvarenga fez uma série de considerações a respeito a prática de exercício físico e sua provável interferência na atuação do sistema imunológico. Nesse texto, procurei sintetizar suas considerações. Boa leitura. De início precisamos entender como as células exterminadoras naturais ou NK (do inglês Natural Killer Cell) — um tipo de linfócitos citotóxicosContinuar lendo “Exercício, imunidade e COVID-19”

Exercício, envelhecimento e saúde

A grande maioria da população anseia viver por muito tempo. Mas envelhecer sem saúde ou qualidade de vida, dependendo de outrem para realizar suas atividades diárias não é bom para ninguém. Deveríamos buscar a alternativa mais sensata que inclui uma alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos. Os professores Renato Alvarenga e LeonardoContinuar lendo “Exercício, envelhecimento e saúde”

Bom humor

A fadiga mental é um estado psicobiológico causado por períodos prolongados de atividade cognitiva e é caracterizada por uma combinação de manifestações subjetivas, comportamentais e fisiológicas específicas. Van Cutsem e colaboradores (2017) publicaram uma revisão sistemática sobre o assunto visando desvendar se o cansaço mental prejudicaria o desempenho físico, procurando criar uma visão geral dosContinuar lendo “Bom humor”

Lições de uma ultramaratona

2016. Esse é o ano em que decidi correr uma ultramaratona. Foi após ter completado minha primeira maratona e ter continuado a correr por mais 6km até o ponto de ônibus onde retornaria para minha casa. Se corri quase 48km, por que não 50km? Resolvi me preparar da melhor forma possível. Como não tinha experiênciaContinuar lendo “Lições de uma ultramaratona”

Correr é para todos. Maratona não!

Segundo St. Pierre, em um corredor que tem um pace médio entre 3:45 e 2:30 min/km, a sua cadência pode variar entre 190 e 210 ppm. Já segundo Lieberman, dependendo de como o pé aterriza no solo a cada passo (antepé ou retropé), a força de reação do solo (FRS) pode variar entre 1,5 aContinuar lendo “Correr é para todos. Maratona não!”