Correndo uma maratona acima de 21km/h

Não é de hoje que atletas de alto-rendimento correndo os 42,195 km de uma maratona encantam, não só a sociedade, mas pesquisadores e cientistas esportivos. Tanto a fisiologia quanto a performance dessa elite já eram estudadas na década de 1970 por Costill, Pollock entre outros. Em 1991, Joyner relatou em seu estudo sobre a baseContinuar lendo “Correndo uma maratona acima de 21km/h”

Correr é para todos. Maratona não!

Segundo St. Pierre, em um corredor que tem um pace médio entre 3:45 e 2:30 min/km, a sua cadência pode variar entre 190 e 210 ppm. Já segundo Lieberman, dependendo de como o pé aterriza no solo a cada passo (antepé ou retropé), a força de reação do solo (FRS) pode variar entre 1,5 aContinuar lendo “Correr é para todos. Maratona não!”

Um passo de cada vez

Só somos bípedes, caminhamos e corremos sobres esses dois pés graças a adaptações evolutivas que se iniciaram há cerca de 4 milhões de anos. Dentre as mais importantes, membros inferiores mais longos, rotação medial do eixo do fêmur, flexão dos joelhos, movimento pendular dos membros inferiores com mudança de centro de rotação, grandes e chatosContinuar lendo “Um passo de cada vez”

Velocidade X Cadência

Para que sua performance na corrida evolua devemos levar em conta dois fatores primários: a melhora da sua condição física e o aprimoramento da sua técnica e da sua postura enquanto corre. Deixando de lado os métodos e estratégias para melhora da condição física, focaremos na técnica e na postura de corrida. Muito se falaContinuar lendo “Velocidade X Cadência”

Faça a escolha certa

Existem tênis de corrida para todos os gostos, tipos de piso e de passada. A escolha do seu tênis deve ser feita com uma análise criteriosa e os pontos a serem levados em conta estão bem distantes do que é preconizado pelos fabricantes em geral. O American College of Sports Medicine publicou em 2014 um guiaContinuar lendo “Faça a escolha certa”

Canelite

A Síndrome do Estresse Tibial Medial – SETM, vulgarmente conhecida como ‘canelite’, é uma lesão típica por overuse, que acomete cerca de 14% dos corredores. Consiste de uma inflamação da tíbia, dos tendões e/ou músculos que se encontram adjacentes a esse osso, podendo evoluir para uma fratura por estresse. Existem evidências que seu surgimento éContinuar lendo “Canelite”

Internalização do gesto técnico

Um tema que sempre me fascinou enquanto estava na universidade era a biomecânica do movimento humano, ou seja, a física aplicada ao movimento. Alavancas, pontos de apoio e de aplicação da força. Mudanças sutis que contribuem para melhora da eficiência do gesto motor. Enquanto corredor, sempre me interessei em como tornar a corrida mais eficienteContinuar lendo “Internalização do gesto técnico”

Corrida: tênis, pisada e escolhas

A corrida é um esporte muito acessível e fácil de se praticar, mas, apesar de simples, requer algumas providências que devem ser tomadas antes de iniciar sua prática, como todo e qualquer exercício físico. Mas você sabe como pisa enquanto corre? Existem três tipos de pisada: a pronada, a neutra e a supinada… Para saber comoContinuar lendo “Corrida: tênis, pisada e escolhas”

Soul running

O soul running ou corrida com a alma, tem como premissa o gosto de correr por correr, buscando a forma mais natural dos movimentos. Nessa filosofia de treinamento, não existem ‘guerreiros’, ‘batalhas’, ‘viciados’ e outros substantivos e/ou adjetivos que exaltam uma exacerbada falta de controle emocional para superar os ‘obstáculos’ que surgem a nossa frente aContinuar lendo “Soul running”

Treino de corrida: o som da sua passada…

No primeiro dia de 2013, Matt Fitzgerald, colunista da Triathlete Europe, publicou um artigo citando a pesquisa desenvolvida pela diretora do Spaulding National Running Center, Irene Davis, uma das pioneiras no estudo sobre aspectos biomecânicos da corrida. Seu trabalho consiste em estimular mudanças específicas na mecânica da corrida que corrijam características associadas a elevados riscos de lesão. DuranteContinuar lendo “Treino de corrida: o som da sua passada…”