Modelos de treinamento intervalado

Em 1999, a fisiologista e professora Veronique Billat publicou um estudo no qual, em apenas quatro semanas, conseguiu obter um incremento do Limiar de Lactato, do VO2max e da economia de #corrida através da proposição de um programa semanal de treinamento de 6 dias com quatro sessões leves, uma de vVO2max e uma de LimiarContinuar lendo “Modelos de treinamento intervalado”

Correr é para todos. Maratona não!

Segundo St. Pierre, em um corredor que tem um pace médio entre 3:45 e 2:30 min/km, a sua cadência pode variar entre 190 e 210 ppm. Já segundo Lieberman, dependendo de como o pé aterriza no solo a cada passo (antepé ou retropé), a força de reação do solo (FRS) pode variar entre 1,5 aContinuar lendo “Correr é para todos. Maratona não!”

Doping por vaidade

Para quem não sabe a Eritropoietina ou EPO, também conhecida por hemopoetina é produzida por fibroblastos intersticiais nos rins e em células perisinusoidais no fígado, predominando a produção renal durante a idade adulta. A EPO é responsável por controlar a produção de glóbulos vermelhos, garantindo o transporte de oxigênio para as células do corpo. AContinuar lendo “Doping por vaidade”

Percepção Subjetiva de Esforço

A Percepção Subjetiva de Esforço – PSE, tem como objetivo medir a intensidade do esforço realizado no exercício atribuindo valores quantitativos baseados no ritmo e na profundidade da Frequência Ventilatória – FV ou “Frequência Respiratória”, bem como na Capacidade de Verbalizar – CV durante o estímulo ou logo após o mesmo. Essa metodologia fornece umContinuar lendo “Percepção Subjetiva de Esforço”

+7.805m

7.805m. Essa é a diferença entre a distância de uma maratona para a distância da primeira ultra que pretendo participar. A partir de hoje você terá a oportunidade de acompanhar minhas sessões de treino e tudo o que me aflige na preparação final para os 50km da XC Itaipava. DIA 01: Treino: 2X 5km progressivoContinuar lendo “+7.805m”

Um programa para cada um

Costumamos seguir o exemplo. Não existe nenhum mal nisso, quando o tal exemplo é positivo e nos torna melhores indivíduos. Infelizmente, quando se trata de exercício físico, tende-se a imitar o exemplo, sem se saber o porque. Um dos princípios mais fundamentais do treinamento esportivo é o da individualidade biológica. Ou seja, cada um éContinuar lendo “Um programa para cada um”

Descansa e deixa doer

A matéria não é de hoje, nem o seu tema. Há muito se discute como amenizar ou acelerar o processo de recuperação do esforço físico. O site da revista Go Outside publicou no dia 24/05/2012 uma reportagem feita por Alex Hutchinson que aborda o desuso das diversas metodologias e técnicas de recuperação do exercício, emContinuar lendo “Descansa e deixa doer”

Treinando com temperaturas elevadas

A escolha do período do dia no qual você irá realizar seu treino é fundamental para sua performance. Existem indivíduos que se sentem mais à vontade exercitando-se pela manhã, outros à noite. Com as altas temperaturas, o melhor é fugir dos períodos mais quentes e que hajam maior incidência de raios UV. Nos climas maisContinuar lendo “Treinando com temperaturas elevadas”

Soul running

O soul running ou corrida com a alma, tem como premissa o gosto de correr por correr, buscando a forma mais natural dos movimentos. Nessa filosofia de treinamento, não existem ‘guerreiros’, ‘batalhas’, ‘viciados’ e outros substantivos e/ou adjetivos que exaltam uma exacerbada falta de controle emocional para superar os ‘obstáculos’ que surgem a nossa frente aContinuar lendo “Soul running”

Qualidade de vida em bem-estar

A busca pela melhora da qualidade de vida e do bem-estar envolve três fatores: físico, mental e emocional. Não devemos temer nosso médico. Exames e avaliações clínicas somados ao check-up bucal devem fazer parte de nossa rotina anual e a medida que envelhecemos esta bateria tende a crescer em número. Quando associados, uma dieta ricaContinuar lendo “Qualidade de vida em bem-estar”