Controlando seu estado de hidratação com o diagrama W.U.T.

Alta temperatura e baixa umidade. O uso da máscara durante as sessões de treino ao ar livre (aqui no Rio de Janeiro é obrigatório) aumenta a temperatura na região do rosto coberta – nariz e boca – que é altamente vascularizada. Esse aumento de temperatura localizado, pode provocar um aumento da sudorese, ocasionando uma perdaContinuar lendo “Controlando seu estado de hidratação com o diagrama W.U.T.”

Modelos de treinamento intervalado

Em 1999, a fisiologista e professora Veronique Billat publicou um estudo no qual, em apenas quatro semanas, conseguiu obter um incremento do Limiar de Lactato, do VO2max e da economia de #corrida através da proposição de um programa semanal de treinamento de 6 dias com quatro sessões leves, uma de vVO2max e uma de LimiarContinuar lendo “Modelos de treinamento intervalado”

Modelo biopsicossocial da fadiga

Tenho participado dos PRO Webinars elaborados pela treinadora Chlöe Lanthier. No último entitulado “A Ciência da Fadiga” foram abordados os conceitos sobre fadiga, suas causas e como podemos treiná-la. Nessa breve explicação, procurei realizar um resumo do conteúdo apresentado por Lanthier. Boa leitura. Costumamos confundir a fadiga com exaustão. Enquanto a exaustão seria a inabilidade de sustentarContinuar lendo “Modelo biopsicossocial da fadiga”

Bom humor

A fadiga mental é um estado psicobiológico causado por períodos prolongados de atividade cognitiva e é caracterizada por uma combinação de manifestações subjetivas, comportamentais e fisiológicas específicas. Van Cutsem e colaboradores (2017) publicaram uma revisão sistemática sobre o assunto visando desvendar se o cansaço mental prejudicaria o desempenho físico, procurando criar uma visão geral dosContinuar lendo “Bom humor”